Qual vinho combina com sua pizza preferida?


Você sabe qual vinho mais combina com sua pizza preferida?

E para beber? Pergunta o garçom após você ter escolhido o sabor da sua pizza. A maioria das pessoas pede água, suco ou refrigerante, mas são poucas as que se arriscam a combinar um bom vinho com a pizza preferida.

Se você ficou curioso, separamos os principais sabores de pizzas e os vinhos que caem muito bem com elas. Assim, da próxima vez que o garçom perguntar, não tenha dúvidas: peça vinho e delicie-se com essa combinação que, sabendo fazer, é maravilhosa!

Vamos te ensinar! A primeira regra é: não existem regras, ou seja, a gente pode até indicar, mas no final o que deve prevalecer é o seu paladar.

Mas se você está começando agora, vai gostar dessas dicas:

– Mussarela: é a pizza mais simples de todas e por isso mais fácil de harmonizar com vinho. Seus principais ingredientes são o sal e o queijo, que costuma ter um alto teor de gordura. Para este sabor, experiente vinhos com alta acidez e pouco taninos (adstringentes) como Merlot (tinto) ou Chardonnay (branco).

– Atum: é um ingrediente de sabor forte, por isso o ideal é ficar no meio termo: nem um vinho branco muito leve, nem um tinto de sabor marcante. Peça um vinho rosé como o Malbec argentino ou um Pinot Noir chileno.

– Calabresa: todas as pizzas com ingredientes embutidos têm um sabor bem acentuado e isso deve ser levado em conta na hora de escolher o vinho. Para não perder o sabor da calabresa, o ideal é um vinho de uvas Palomino ou Moscatel, de origem espanhola que pode ser doce, seco e até salgado. Todos eles combinam com este sabor de pizza.

– Margherita: esta pizza, feita em homenagem à rainha italiana com o mesmo nome, tem as folhas de manjericão como um dos ingredientes principais. Mas não podemos nos esquecer do tomate e do queijo. Para essa pizza, escolha os Sangioveses (pela acidez) ou melhor ainda, o Canaiolo pelo sabor mais encorpado.

– Quatro queijos: Um grande desafio pois é uma explosão de sabores: gorgonzola, parmesão, mussarela e catupiry. Nesse caso, os melhores vinhos são aqueles menos ácidos e menos tânicos. Os tintos ideais são os Pinot Noirs e Barberas. Agora, se quiser limpar o paladar para experimentar outro sabor, tome um espumante.

– Rúcula com tomate seco: o sabor amargo das folhas e a acidez do tomate seco caem muito bem com um Sauvignon Blanc, que não vai competir com o sabor dos ingredientes.

– Portuguesa: é uma das pizzas que têm mais ingredientes combinados. Não há dúvidas que é deliciosa, mas é preciso cuidado na hora de escolher um vinho. O ovo é um dos maiores desafios. Nesse caso opte pela uva Merlot, que é uma ótima indicação.

– Frango com Catupiry: essa combinação deliciosa de peito de frango desfiado com o sabor cremoso do queijo pede um vinho mais delicado. Os Pinots são uma ótima opção pois são leves e têm uma boa acidez que não competem com o sabor dos ingredientes.

– Pizzas com bacon: essas pizzas devem levar em conta o sabor forte do bacon que vai prevalecer sobre todos os outros ingredientes. Para esse desafio escolha um bom Torrontés, vinho de uva argentino leve, fresco e aromático.

– Pizzas com cogumelos: shimeji, shitake e até mesmo o champignon combinam muito bem com Carménère chileno, Pinot Noir ou Merlot. Como os cogumelos têm sabores terrosos, eles também pedem vinhos com essa característica.

– Pizzas doces: para as pizzas com banana, peça o espumante Moscatel, que é frutado e floral. Já para as com chocolate, o ideal são os licorosos da uva Chardonnay.

Lembrando que estas são apenas sugestões! Você mesmo pode ir descobrindo combinações que mais agradam o seu paladar. É uma tarefa divertida e ao mesmo tempo deliciosa.

Agora, se você não estiver tão seguro, peça ajuda ao Maître. Ele terá o maior prazer em lhe ajudar nas combinações!

E se você tem alguma sugestão de combinações entre pizzas e vinhos, passe para a gente!


Leia Também

Bella Capri atua com modelo de negócio que integra lojas físicas com online

Franquia utiliza sistema omnichannel em seus canais de venda A franquia de pizzaria Bella Capri oferece atualmente no mercado a possibilidade de suas pizzarias atuarem no sistema omnichannel. Talvez

CONTINUE LENDO

Que tal ser dono de uma franquia de pizzaria sem ter que pôr a ‘mão na massa’?

Bella Capri oferece ferramentas para que você administre sua loja mesmo distante Ser dono do seu próprio negócio, mas sem precisar ser o operador. Esse é um dos diferenciais

CONTINUE LENDO

Empresário revela como administra sua franquia Bella Capri e outros negócios

Franqueado André Capobianco inaugurou em janeiro de 2019 a sua unidade da pizzaria em José Bonifácio Já imaginou administrar uma pizzaria sem a necessidade de estar presente todos os

CONTINUE LENDO